Aqui

Imagino que a tenho, que a exerça, imagino que a sinta. Ou, preciso acreditar que não a perderei. Ela, a tão necessária lucidez.
Emmy Della-Porther

Água Revelada



É na água que descubro...
que nada, nada pode ficar
seja qual for a profundidade
que a inteligência possa alcançar.

_
_
uma imagem de Kevin Button

2 comentários:

simplesmenteeu disse...

Talvez porque somos tão mutaveis como a água do mar.

Um beijo

Ana Paula Sena disse...

...há algo que nos ultrapassa, mesmo na inteligência... :)