Aqui

Imagino que a tenho, que a exerça, imagino que a sinta. Ou, preciso acreditar que não a perderei. Ela, a tão necessária lucidez.
Emmy Della-Porther

Mistério


Vens, teimosamente, em meus sonhos. a sugar amor.

_

Não. Não me sinto preso. Nem por um instante isso seria uma prisão.
_
_

uma imagem de Abuseeofreason

3 comentários:

Alma disse...

Engraçado...Descobri agora que estava a seguir este blog.
Nem me lembro de aqui vir...Estranho.
O certo é que adorei os posts que li.
Beijo

Secreta disse...

O AMor é livre, nunca uma prisão.

Paula Raposo disse...

Não, uma prisão, não. Talvez mais um querer e não querer. Beijos.